O que a bateria pode fazer pela sua saúde?

A arte da percussão está finalmente chegando à revolução da saúde e bem-estar. Durante a última década, pesquisas envolvendo os fundamentos neuro-biológicos da percussão tiveram um crescimento tremendo. Infelizmente, a percepção da forma de arte ainda é unidimensional. Páginas de revistas e feeds do Instagram perpetuam o retrato da bateria sendo apenas sobre extrema velocidade, truques e habilidades impressionantes. Sim, proezas habilidosas são uma parte significativa da bateria, mas não é o quadro todo. Quando você der um passo para trás, poderá notar o número notável de efeitos positivos que a bateria tem na sua saúde.

Tecnologias modernas, como exames de ressonância magnética funcional, dão aos cientistas uma ideia de como aprender a tocar um instrumento musical envolve praticamente todas as áreas do cérebro de uma só vez. Os cientistas concluíram que não podemos apenas manter, mas melhorar o desempenho e a saúde do nosso cérebro. A descoberta da neuro-plasticidade, a capacidade do cérebro de mudar ao longo da vida de uma pessoa, colocou bateristas no banco do motorista de mudança positiva. Agora temos a oportunidade de aproveitar ao máximo nossa rotina de prática, transformando-a em um exercício para melhorar o cérebro.

Nossos cérebros têm a incrível capacidade de se reorganizar, formando novas conexões neuronais entre as células cerebrais (neurônios). Pesquisas mostram que aprender algo novo ajuda a construir novas conexões e altera a estrutura interna das conexões existentes. Quando os pesquisadores compararam cérebros de músicos a cérebros de não-músicos, eles descobriram que o volume de matéria cinzenta (córtex) era maior em músicos. Isso significa que toda vez que você pratica e se esforça para aprender algo desafiador, você está construindo um cérebro maior e mais saudável.

No entanto, esse não é o único benefício que muda a oferta de bateria. Bem no centro do cérebro está o hipocampo. Essa estrutura cerebral é fundamental para o aprendizado e a memória, e acredita-se que seja o lugar onde ocorre a neurogênese (crescimento de novas células cerebrais). Décadas de pesquisa indicam que podemos induzir a neurogênese acima e além do que geralmente é produzido desafiando nosso cérebro de várias maneiras. Por exemplo, o simples ato de usar a mão não dominante para fazer exercícios simples (neuróbicos) durante a prática pode fortalecer a conexão entre as células cerebrais e produzir o crescimento de novos neurônios.

Você sabe o que mais fortalece a neurogênese? Exercício! Para os bateristas, isso significa que toda vez que você aumentar seu ritmo e fizer uma transpiração durante a prática ou a performance, estará realmente aprimorando seu funcionamento cerebral. Quanto mais fisicamente ativa sua prática ou desempenho, melhor! Quanto maior o seu hipocampo, menor a probabilidade de sofrer os efeitos do envelhecimento, como a perda de memória e o desenvolvimento de demência.



Fonte: bensonsmusic.com

Clube da Música - Daniel Imenes & Cia.: Escola de Música no Recreio, RJ.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Médicos Sem Fronteiras

© 2017 - 2020. By Dani Cezar

#escolademusicaonline | Recreio dos Bandeirantes/RJ

(021) 99850-9872                (021) 4106-1977